paisagens desimportantes (2020 - 2021)

o minúsculo importa e comunica grande.

o descartado interessa mais que o dado.

olhe para baixo.

olhe, de novo e mais atento.

 

*

 

​coleção de 12 paisagens de bolso feitas com restos:

de fotografias, e de cerâmicas coletadas na beira da praia.

paisagem desimportante n°1, com nuvem;

paisagem desimportante n°2, com barco, e

paisagem desimportante n°3 com rochedo;

paisagens 1 a 3: obras incorporadas por doação da artista ao Acervo Rotativo, em 2020.

paisagem desimportante n°4 - com pedaço de céu; paisagem desimportante n°5 - com folhagens;

paisagem desimportante n°6 - com musgo;

paisagens 4 a 6: obras pertencem a coleções particulares.

 paisagem desimportante n°7, com coração;

 paisagem desimportante n°8, com pedaço da lua;

 paisagem desimportante n°9, com gotas de sol;

paisagem desimportante n°10, com espelho;

paisagem desimportante n°11, com chocolate,

paisagem desimportante n°12 com L de Liberdade e Loucura;

 

Técnica: cubo de madeira revestido com fotografia digital impressa em papel fotográfico, com elemento de cerâmica.

Tiragem: única. série composta de 12 paisagens únicas.

Dimensões: aprox. 4cm cada lado, sendo 4,5cm o lado com elemento.

Obra apresentada num cubos de acrílico com base em madeira garapeira (9.5cm3).